I    Área Restrita    I    Acesso ao email @fmj.br    I    Fale Conosco
   I    Área Restrita    I    Acesso ao email @fmj.br    I    Fale Conosco

Edital de Residência Médica/2021 – UROLOGIA – Abertura de Inscrições

EDITAL FMJ- 032/2020, de 09/11/2020

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA DE UROLOGIA

PROCESSO SELETIVO 2021

 

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

O Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, no uso de suas atribuições, faz saber que será realizada seleção pública para o preenchimento das vagas o Programa de Residência Médica, no ano de 2021, destinados a médicos graduados no Brasil, bem como brasileiros e estrangeiros portadores de diploma revalidado por instituições credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC), de acordo com as normas da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), na conformidade da legislação pertinente em vigor, e as instruções especiais abaixo, parte integrante deste edital. 

INSTRUÇÕES

 O Processo Seletivo será constituído em duas fases, sendo a 1ª Fase – Prova Escrita Objetiva sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas e a 2ª Fase – Entrevista com Análise e Arguição de Curriculum Vitae sob a responsabilidade do Hospital Sírio-Libanês.

Todos os questionamentos relacionados ao presente Edital deverão ser encaminhados ao Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC, da Fundação Carlos Chagas, por meio do Fale Conosco, no endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br ou pelo telefone (0XX11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira (em dias úteis), das 10 às 16 horas (horário de Brasília).

 DAS CONDIÇÕES DE OFERTA DOS PROGRAMAS

    • RESIDÊNCIA MÉDICA – COM PRÉ REQUISITO EM CIRURGIA GERAL OU ÁREA CIRÚRGICA BÁSICA

Cód. Opção

Programa

Vagas Oferecidas/Ano de PRM

Duração

39

Urologia – Faculdade de Medicina de Jundiaí

02

3 anos

 

  1. DAS INSCRIÇÕES

2.1   O candidato ao inscrever-se, estará declarando sob as penas da lei que concluiu o curso de graduação em Medicina, devidamente autorizado e reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC ou irá concluí-lo até a data de matrícula no Programa pretendido, ou ainda, obteve revalidação do seu diploma segundo as leis vigentes.

2.2   A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

2.3   Objetivando evitar ônus desnecessário, o candidato deverá orientar-se no sentido de recolher o valor de inscrição somente após tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos para o Processo Seletivo.

2.4   As inscrições ficarão abertas no período de 24/11/2020 a 09/12/2020 até às 14h00min (horário de Brasília), exclusivamente no site www.concursosfcc.com.br.

2.5   As normas do Processo Seletivo para os Programas de Residência Médica estarão disponíveis nos sites www.concursosfcc.com.br e http://www.fmj.br até o encerramento do processo.

2.6   Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br durante o período das inscrições e, por meio dos links referentes ao Processo Seletivo, efetuar sua inscrição conforme os procedimentos estabelecidos a seguir:

2.6.1   Ler e aceitar o Requerimento de Inscrição.

2.6.2   Preencher o Formulário de Inscrição, fornecendo, inclusive, as seguintes informações: nome, data de nascimento, número do CPF próprio, número do RG com o respectivo Estado da Federação, órgão emissor e data da expedição, nome completo da mãe, número de inscrição no Conselho Regional de Medicina, nome e estado da Instituição de Ensino na qual se graduou ou cursa o último ano do curso de medicina com conclusão no ano de 2020 e transmitir os dados pela Internet.

2.6.3   Efetuar o pagamento da importância referente à inscrição por meio do boleto bancário, de acordo com as instruções constantes no endereço eletrônico, até a data limite para pagamento estabelecida no item 2.4 no valor de:

  1. a) Residência Médica R$ 407,00 (quatrocentos e sete reais);

2.6.4   O boleto bancário, disponível no site www.concursosfcc.com.br deverá ser impresso para o pagamento do valor da inscrição, após conclusão do preenchimento do Formulário de Inscrição, em qualquer banco.

2.6.5   A partir do dia 30/11/2020 o candidato poderá conferir, no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas se os dados da inscrição foram recebidos e o valor da inscrição foi pago. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC da Fundação Carlos Chagas, pelo telefone (0XX11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira úteis, das 10 às 16 horas (horário de Brasília), para verificar o ocorrido.

2.6.6   A inscrição somente será confirmada após a comprovação do pagamento do valor da inscrição.

2.6.6.1  O pagamento do valor da inscrição deverá ser realizado dentro do horário bancário.

2.6.6.1.1  Não serão consideradas as inscrições nas quais o pagamento do valor da inscrição seja realizado no último dia de inscrição, após os horários limites estabelecidos pela instituição financeira, quando efetuados pela internet ou por meio dos Caixas Eletrônicos, pois nesses casos os pagamentos realizados fora desses horários, serão considerados como extemporâneos, essas operações farão parte do movimento do próximo dia útil da instituição bancária.

2.6.7   Será cancelada a inscrição com pagamento efetuado por um valor diferente do que o estabelecido e as solicitações de inscrição cujos pagamentos forem efetuados após a data de encerramento das inscrições, não sendo devido ao candidato qualquer ressarcimento da importância paga.

2.6.7.1  Não serão restituídos valores de inscrição pagos a maior ou em duplicidade.

2.6.8   A Fundação Carlos Chagas e a Faculdade de Medicina de Jundiaí não se responsabilizam por solicitações de inscrição não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

2.6.9   O descumprimento das instruções para inscrição implicará em sua não efetivação.

2.7   As informações prestadas no Formulário de Inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, reservando-se ao Hospital Sírio-Libanês e à Fundação Carlos Chagas o direito de excluir do Processo Seletivo aquele que não preencher o documento oficial de forma completa e correta e/ou fornecer dados inverídicos ou falsos.

2.8   Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos para alteração de Opção de Especialidade, bem como não haverá devolução da importância paga em hipótese alguma.

2.9   Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da inscrição, seja qual for o motivo alegado.

2.10    O Hospital Sírio-Libanês e a Fundação Carlos Chagas se eximem das despesas com viagens e estada dos candidatos para prestar a entrevista do Processo Seletivo ou qualquer uma das suas etapas.

2.11    Não serão aceitas inscrições por depósito em caixa eletrônico, via postal, fac-símile (fax), transferência ou depósito em conta corrente, DOC, ordem de pagamento, condicionais e/ou extemporâneas ou por qualquer outra via que não a especificada neste Edital. Verificado, a qualquer tempo, o recebimento de inscrição que não atenda a todos os requisitos fixados, será ela cancelada.

2.12    O candidato que necessitar de alguma condição ou atendimento especial para a realização das provas deverá formalizar pedido, por escrito, no formulário de Inscrição via Internet, até a data de encerramento da inscrição 09/12/2020, a fim de que sejam tomadas as providências cabíveis. A não observância do período para solicitação ensejará no indeferimento do pedido.

2.12.1  Para condições de acessibilidade, o candidato deverá anexar a solicitação, assinada e contendo todas as informações necessárias para o atendimento, bem como anexar atestado médico ou de especialista que comprove a necessidade do atendimento especial solicitado.

2.12.2  O atendimento às condições solicitadas ficará sujeito à análise de legalidade, viabilidade e razoabilidade do pedido.

2.12.3 Aos deficientes visuais (amblíopes) que solicitarem prova especial ampliada será oferecida prova neste sistema. O candidato deverá indicar o tamanho da fonte de sua prova ampliada, entre 18, 24 ou 28. Não havendo indicação de tamanho de fonte, a prova será confeccionada em fonte 24.

2.13    A lactante que necessitar amamentar durante a realização da prova, poderá fazê-lo em sala reservada, desde que o requeira na forma do item 2.13, observando os procedimentos a seguir:

2.13.1 A lactante deverá apresentar-se, no dia da aplicação da prova, no respectivo horário para o qual foi convocada, com o acompanhante e a criança.

2.13.2 A criança deverá ser acompanhada de adulto responsável por sua guarda (familiar ou terceiro indicado pela candidata) e permanecer em ambiente reservado.

2.13.3 O celular e demais aparelhos eletrônicos do adulto responsável pela guarda da criança deverão permanecer lacrados, em embalagem específica fornecida pela Fundação Carlos Chagas, durante todo o período de aplicação.

2.13.4 A Fundação Carlos Chagas não disponibilizará responsável para a guarda da criança, e a sua ausência acarretará à candidata a impossibilidade de realização da prova.

2.13.5 Nos horários previstos para amamentação, a candidata lactante poderá ausentar-se temporariamente da sala de prova, acompanhada de uma fiscal.

2.13.6 Na sala reservada para amamentação ficarão somente a candidata lactante, a criança e uma fiscal, sendo vedada a permanência de babás ou quaisquer outras pessoas que tenham grau de parentesco ou de amizade com a lactante.

2.13.7 Não haverá compensação do tempo de amamentação em favor da lactante.

2.14    Assim que realize a inscrição, o candidato deverá fazer um upload do seu CV e documentos comprobatórios (em arquivo único) que serão utilizados na fase de Entrevista/Análise de CV, caso seja habilitado. O prazo para envio expirará em 08/01/2021.

 

3    DAS PROVAS 1ª FASE – PROVA ESCRITA OBJETIVA 

3.1   Prova com 80 (oitenta) questões de múltipla escolha, com 5 alternativas para resposta e somente uma correta, abordando temas de Cirurgia Geral.

3.1.1.   Duração: 4 (quatro) horas

3.1.2.   Tempo mínimo de permanência na sala de prova: 03 (três) horas.

3.2   Todas as provas teóricas serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

3.3   Se houver empate na última posição da classificação da prova escrita objetiva, terá preferência o candidato com maior idade (dia, mês e ano).

3.4   Serão considerados habilitados à segunda fase, os candidatos ordenados segundo a pontuação obtida, até seis vezes o número de vagas credenciadas, por programa.

 

  1. DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS 1ª FASE – PROVA ESCRITA OBJETIVA

4.1   Prova Escrita Objetiva para todos os programas: 04/01/2021 no período da manhã.

4.2   A confirmação da data e as informações sobre horários para a realização das provas serão divulgadas oportunamente por meio de Edital de Convocação para Provas, a ser publicado por meio de aviso nos sites da Fundação Carlos Chagas: www.concursosfcc.com.br e da Faculdade de Medicina de Jundiaí: http://www.fmj.br

4.2.1 O candidato receberá Cartão Informativo por e-mail (a ser enviado pela Fundação Carlos Chagas) no endereço eletrônico informado no ato da inscrição. No referido Cartão, serão indicados data, horários e os locais de realização das provas, sendo de exclusiva responsabilidade do Candidato a manutenção e atualização de seu endereço eletrônico.

4.2.1.1 Não serão encaminhados Cartões Informativos de candidatos cujo endereço eletrônico informado no Formulário de Inscrição esteja incompleto ou incorreto.

4.2.1.2 A Fundação Carlos Chagas e a Faculdade de Medicina de Jundiaí não se responsabilizam por informações de endereço incorretas, incompletas ou por falha na entrega de mensagens eletrônicas causada por endereço eletrônico incorreto ou por problemas no provedor de acesso do candidato tais como: caixa de correio eletrônico cheia, filtros anti-spam, eventuais truncamentos ou qualquer outro problema de ordem técnica, sendo aconselhável sempre consultar o site da Fundação Carlos Chagas para verificar as informações que lhe são pertinentes.

4.2.3   A comunicação feita por intermédio de e-mail é meramente informativa. O candidato deverá acompanhar as publicações conforme definição do item 4.2.

4.2.3.1  O envio de comunicação pessoal dirigida ao candidato, ainda que extraviada ou por qualquer motivo não recebida, não desobriga o candidato do dever de consultar o Edital de Convocação para as Provas.

4.3   O candidato que não receber o Cartão Informativo até o 3º (terceiro) dia que antecede a aplicação das provas ou em havendo dúvidas quanto ao local, data e horário de realização das provas, deverá entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC da Fundação Carlos Chagas, pelo telefone (0XX11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, úteis, das 10 às 16 horas (horário de Brasília), ou consultar o site da Fundação Carlos Chagas www.concursosfcc.com.br.

4.4   Ao candidato só será permitida a realização prova escrita objetiva, da entrevista na respectiva data, local e horário constantes no Edital de Convocação para a realização das respectivas Provas, no site da Fundação Carlos Chagas e no Cartão Informativo.

4.5   Os eventuais erros de digitação verificados no Cartão Informativo enviado ao candidato ou erros observados nos documentos impressos entregues ao candidato no dia da realização das provas, quanto a nome, número de documento de identidade, sexo, data de nascimento, endereço e critério de desempate, deverão ser corrigidos por meio do site da Fundação Carlos Chagas www.concursosfcc.com.br de acordo com as instruções constantes da página do Concurso, até o terceiro dia útil após a aplicação da Prova Escrita Objetiva.

4.5.1   O link para correção de cadastro será disponibilizado no primeiro dia útil após a aplicação da Prova Escrita Objetiva.

4.5.2   O candidato que não solicitar as correções dos dados pessoais nos termos do item 5.5 deverá arcar, exclusivamente, com as consequências advindas de sua omissão.

4.6   Não será admitida troca de opção de Programa.

4.7   Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver portando documento de identidade original que bem o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos Públicos ou Conselhos de Classe que, por força de Lei Federal, valham como documento de identidade, como por exemplo, as da OAB, CREA, CRM, CRC, COREN, etc.; Certificado de Reservista; Passaporte; Carteira de Trabalho e Previdência Social, Carteira Nacional de Habilitação em papel (com fotografia, na forma da Lei Federal nº 9.503/97), bem como carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade.

4.7.1   Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, CPF, títulos eleitorais, carteira nacional de habilitação digital (modelo eletrônico), carteira nacional de habilitação sem foto, carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade.

4.7.2   Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato.

4.7.3   Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30 (trinta) dias, sendo então submetido à identificação especial, compreendendo coleta de dados e de assinaturas em formulário próprio.

4.7.4   A identificação especial será exigida, também, do candidato cujo documento de identificação gere dúvidas quanto à fisionomia, à assinatura, à condição de conservação do documento e/ou à própria identificação.

4.8   Não haverá repetição da prova escrita objetiva.

4.8.1   O candidato não poderá alegar quaisquer desconhecimentos sobre a realização da prova como justificativa de sua ausência.

4.8.2   O não comparecimento às provas, qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência do candidato e resultará em sua eliminação do Processo Seletivo.

4.9   Objetivando garantir a lisura e a idoneidade do Processo Seletivo – o que é de interesse público e, em especial, dos próprios candidatos – bem como sua autenticidade, será solicitado aos candidatos, quando da aplicação das provas, a transcrição da frase contida nas instruções da capa do Caderno de Questões para a Folha de Respostas, para posterior exame grafotécnico.

4.9.1   Na impossibilidade, devidamente justificada, de transcrição da cópia manuscrita da frase, o candidato deverá apor sua assinatura, em campo específico, por três vezes.

4.9.2   Poderá ser excluído do Processo Seletivo o candidato que recusar-se a transcrever a frase contida nas instruções da capa do caderno de questões.

4.9.2.1 A cópia manuscrita da frase e a assinatura do candidato em sua Folha de Respostas visam atender ao disposto no item 9.5, Capítulo 9 deste Edital.

4.10 Para a Prova Escrita Objetiva, o único documento válido para a correção da prova é a Folha de Respostas cujo preenchimento será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas na capa do Caderno de Questões. Em hipótese alguma haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato.

4.11    Não deverá ser feita marca fora do campo reservado às respostas ou à assinatura, pois qualquer marca poderá ser lida pelas leitoras óticas, prejudicando o desempenho do candidato.

4.11.1    Os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente na Folha de Respostas serão de inteira responsabilidade do candidato.

4.11.2    Não serão computadas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível.

4.12    O candidato deverá comparecer ao local de realização das provas munido de caneta esferográfica de material transparente de tinta preta ou azul, além da documentação indicada no item 5.7 deste Capítulo.

4.12.1    O candidato deverá preencher os alvéolos, na Folha de Respostas da Prova Objetiva, com caneta esferográfica de material transparente e tinta preta ou azul.

4.13    O candidato, ao terminar a prova, entregará ao fiscal da sala o caderno de questões e a Folha de Respostas personalizada.

4.14    Durante a realização das Provas não será permitida qualquer consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou quaisquer anotações.

4.15    O candidato deverá conferir os seus dados pessoais impressos nas Folhas de Respostas, em especial seu nome, número de inscrição, número do documento de identidade e opção de Programa.

4.16    Motivarão a eliminação do candidato do Processo Seletivo, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, a burla ou a tentativa de burla a quaisquer das normas definidas neste Edital ou a outras relativas ao Concurso, aos comunicados, às Instruções ao Candidato ou às Instruções constantes da prova, bem como o tratamento indevido e descortês a qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas.

4.16.1    Por medida de segurança os candidatos deverão deixar as orelhas totalmente descobertas, à observação dos fiscais de sala, durante a realização das provas.

4.16.2    Não será permitida a utilização de lápis, lapiseira, marca texto ou borracha.

4.16.3    Não atender as recomendações que visam as melhores práticas de prevenção da COVID-19 disponíveis e descritas em todas as etapas do processo seletivo, colocando a si e aos demais candidatos e colaboradores que atuam na operação desse processo seletivo em risco.

4.17    Será excluído do Processo Seletivo o candidato que:

a) apresentar-se após o horário estabelecido, não se admitindo qualquer tolerância;

b) apresentar-se em local diferente daquele constante na convocação oficial;

c) não comparecer às provas, seja qual for o motivo alegado;

d) não apresentar documento que bem o identifique;

e) ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal;

f) ausentar-se do local de provas antes de decorridas 3 (três) horas, conforme disposto no item 3.1.2.

g) fizer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição ou em qualquer outro meio, que não o autorizado pela Fundação Carlos Chagas no dia da aplicação da prova objetiva;

h) ausentar-se da sala de provas, de que trata a 1ª fase, levando Folha de Respostas, Caderno de Questões ou outros materiais não permitidos;

i) entregar as Folhas de Respostas da Prova Objetiva em branco;

j) estiver portando armas, mesmo que possua o respectivo porte;

k) lançar mão de meios ilícitos para a execução da prova;

l) não devolver integralmente o material recebido;

m) for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de livro, anotação, impresso não permitido ou máquina calculadora ou similar;

n) estiver fazendo uso de qualquer espécie de relógio e qualquer tipo de aparelho eletrônico ou de comunicação (telefone celular, notebook, tablets, smartphones ou outros equipamentos similares), bem como protetores auriculares e fones de ouvido;

o) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido.

p) recusar-se a transcrever a frase contida nas instruções da capa do caderno de questões para posterior exame grafotécnico.

4.18    O candidato, ao ingressar no local de realização das provas, deverá manter desligado qualquer aparelho eletrônico que esteja sob sua posse, ainda que os sinais de alarme estejam nos modos de vibração e silencioso.

4.18.1    Recomenda-se ao candidato, no dia da realização da prova, não levar quaisquer dos aparelhos indicados nas alíneas “m” e “n”, item 4.17. Caso seja necessário o candidato portar algum desses aparelhos eletrônicos, estes deverão ser acondicionados, no momento da identificação, em embalagem específica a ser fornecida pela Fundação Carlos Chagas exclusivamente para tal fim, devendo a embalagem, lacrada, permanecer embaixo da mesa/carteira durante toda a aplicação da prova, sob pena de ser excluído.

4.18.2    É aconselhável que os candidatos retirem as baterias dos celulares, garantindo que nenhum som seja emitido, inclusive do despertador caso esteja ativado.

4.19    Será, também, excluído do Processo Seletivo, o candidato que estiver utilizando ou portando em seu bolso ou bolsa/mochila os aparelhos eletrônicos indicados nas alíneas “m” e “n”, item 4.17 deste Capítulo, após o procedimento estabelecido no item 4.18.1 deste Capítulo.

4.20    Os demais pertences pessoais dos candidatos, tais como: bolsas, sacolas, bonés, chapéus, gorros ou similares e óculos escuros, serão acomodados em local a ser indicado pelos fiscais de sala, onde deverão permanecer até o término da prova.

4.20.1    A Fundação Carlos Chagas e a Faculdade de Medicina de Jundiaí não se responsabilizarão por perda ou extravio de documentos, objetos ou equipamentos eletrônicos ocorridos no local de realização das provas, nem por danos neles causados.

4.21    No dia da realização da prova objetiva, na hipótese de o nome do candidato não constar nas listagens oficiais relativas aos locais de prova indicados no Cartão Informativo, a Fundação Carlos Chagas procederá à inclusão do candidato, desde que apresente o boleto bancário com comprovação de pagamento, mediante preenchimento de formulário específico.

4.21.1    A inclusão de que trata o item 4.21 será realizada de forma condicional e será analisada pela Fundação Carlos Chagas, na fase do Julgamento da Prova Escrita Objetiva, com o intuito de verificar a pertinência da referida inscrição.

4.21.2    Constatada a improcedência da inscrição, essa será automaticamente cancelada e considerados nulos todos os atos dela decorrentes.

4.22    Por medida de segurança do certame poderão ser utilizados, a qualquer momento, detectores de metais nas salas de prova aleatoriamente selecionadas e em qualquer dependência do local de prova.

4.23    Distribuídos os Cadernos de Questões da prova objetiva aos candidatos e, na hipótese de se verificarem falhas de impressão, a Fundação Carlos Chagas tomará as providências necessárias, antes do início da prova, para:

  1. a) substituir os Cadernos de Questões defeituosos;
  2. b) em não havendo número suficiente de Cadernos para a devida substituição, procederá à leitura dos itens onde ocorreram falhas, usando, para tanto, um Caderno de Questões completo;

4.23.1    Se a ocorrência for verificada após o início da prova, a Fundação Carlos Chagas estabelecerá prazo para reposição do tempo usado para regularização do caderno.

4.24    Haverá, em cada sala de prova, cartaz/marcador de tempo para que os candidatos possam acompanhar o tempo de prova.

4.25    A inviolabilidade do sigilo das provas será comprovada no momento de romper-se o lacre das caixas de provas mediante termo formal e na presença de 3 (três) candidatos nos locais de realização das provas.

4.26    Quando, após a prova, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, ter o candidato utilizado processos ilícitos, sua prova será anulada e o candidato será automaticamente eliminado do Processo Seletivo.

4.27    Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em razão de afastamento do candidato da sala de prova.

4.28    Os 3 (três) últimos candidatos deverão permanecer nas respectivas salas até que o último candidato entregue a prova.

4.29    Em nenhuma hipótese será realizada qualquer prova fora do local, data e horário determinados.

4.30    Por razões de ordem técnica, de segurança e de direitos autorais adquiridos, não serão fornecidos exemplares dos Cadernos de Questões a candidatos ou a instituições de direito público ou privado, mesmo após o encerramento do Concurso. O candidato deverá consultar o Cronograma de Provas e Publicações (Anexo 1), para tomar conhecimento da(s) data(s) prevista(s) para divulgação das questões da Prova Escrita Objetiva, dos gabaritos e/ou dos resultados.

4.30.1    As questões das Provas Objetivas ficarão disponíveis no site www.concursosfcc.com.br até a divulgação do Resultado da Prova Escrita Objetiva.

 

  1. DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS 2ª FASE – ENTREVISTA COM ANÁLISE E ARGUIÇÃO DE CURRICULUM VITAE

5.1   As Entrevistas com análise e arguição de curriculum vitae seguirão rigorosamente o cronograma abaixo, em relação ao dia, horário e formato que foram definidos pelas Coordenações dos Programas.

Programa de Residência Médica

Formato Data Horário
Urologia Vídeoconferência 28/01/2021 – Quinta-feira

Manhã

08h às 13h

5.2   Os candidatos habilitados para segunda fase deverão ter enviado seu CV previamente em observância ao que está descrito neste edital. Deverão consultar o horário e formato da sua entrevista na área do candidato do site da Fundação Carlos Chagas.

5.3   As datas das entrevistas não poderão ser modificadas. Não será fornecida informação por telefone. As entrevistas serão realizadas no período da manhã, das 08h00-13h00.

5.4   LOCAL DE REALIZAÇÃO

5.4.1   O candidato receberá o link para ingresso na sala virtual de entrevista no seu horário previamente determinado. As informações estarão disponíveis na área do candidato do site da Fundação Carlos Chagas e também serão enviadas ao e-mail cadastrado no ato da inscrição.

ATENÇÃO: o candidato deverá ter realizado o upload do curriculum vitae acompanhado de documentos comprobatórios no site da FCC no período de 24/11/2020 a 08/01/2021. O não envio do CV no período estabelecido caracterizará desistência do candidato e resultará em sua eliminação do processo seletivo.

5.4.2   A entrevista com análise e arguição de curriculum vitae tem peso 1, correspondendo a 10% da nota, e será realizada de acordo com os critérios e pesos abaixo considerados:

  1. Análise do curriculum
Critério a ser avaliado

Pontuação

Performance no Curso Médico

10

Estágios Acadêmicos extra curriculares

10

Produção e iniciação Científica

10

Língua Estrangeira

10

Participação em Congressos e eventos

10

Certificações ACLS/ATLS e outros

10

MÁXIMO DE PONTOS

60

  1. Arguição do curriculum
Critério a ser avaliado

Pontuação

Capacidade de comunicação e argumentação

10

Clareza de raciocínio

10

Coerência

10

Apresentação e postura

10

Máximo de pontos

40

5.4.3   A entrevista com análise de curriculum vitae e histórico escolar será avaliada na escala de 0 a 100.

 

  1. NORMAS SANITÁRIAS DE PREVENÇÃO – PROCESSO SELETIVO

6.1   Para a realização da 1ª Fase – Prova Escrita Objetiva serão observadas as normas sanitárias dispostas para o restabelecimento gradual das atividades presenciais no âmbito do Estado de São Paulo, para a cidade de São Paulo – Capital.

6.2   A realização das provas da 1ª Fase – Prova Escrita Objetiva poderá ser suspensa caso haja alteração das condições sanitárias, de acordo com as fases estabelecidas pelo Governador do Estado de São Paulo, para a cidade de São Paulo – Capital, local de realização das provas, conforme a evolução da Covid-19.

6.3   No local de realização das provas serão observadas as condições sanitárias de segurança, como higienização de superfícies (com especial atenção para maçanetas, botões de elevadores, interruptores, mesas/carteiras, cadeiras e mobílias em geral), disponibilização de dispensadores de álcool em gel 70% nas áreas comuns e de sabonete líquido e toalhas de papel nos sanitários, sinalização de ocupação de mesas/carteiras para orientação quanto ao distanciamento social, ventilação natural dos ambientes com a abertura de janelas e portas, quando possível.

6.4   O ingresso e a permanência nas dependências do local de realização das provas e das entrevistas estão restritos aos candidatos convocados, a fim de se evitar aglomerações, e deverão observar:

  1. o distanciamento social;
  2. as regras de higiene pessoal e etiqueta respiratória (cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar);
  3. o uso obrigatório de máscara individual, cirúrgica ou de tecido, de proteção de nariz e boca, não sendo permitido o acesso sem a utilização da mesma, será permitida a utilização de viseiras em complementação a máscara; não será permitido o acesso do candidato que estiver utilizando a viseira (escudo facial/face shield) sem a máscara;
  4. a aferição da temperatura corporal.
  5. as orientações determinadas por coordenadores e fiscais da Fundação Carlos Chagas e do Hospital Sírio-Libanês.

6.4.1   Para aqueles que apresentarem, no momento da aferição, na entrada do local de prova e do local da entrevista, temperatura corporal superior a 37,7°C serão realizadas outras duas (02) aferições. Após a terceira aferição confirmando a temperatura mencionada, serão excluídos do Processo Seletivo, mediante preenchimento de termo de exclusão.

6.4.2   Os candidatos deverão seguir e respeitar a sinalização para manter o distanciamento social nos elevadores (cuja utilização será limitada a casos específicos), corredores e salas de realização das provas e das entrevistas.

6.4.3   Será disponibilizado nas salas de realização das provas, entrevistas e banheiros álcool em gel 70% para a higienização das mãos.

6.4.4   Recomenda-se aos candidatos que tragam a sua própria garrafa de água para uso individual.

6.4.5   Para a prova objetiva, não serão fornecidas máscaras de proteção ao candidato, o qual deverá dispor da quantidade suficiente para sua reposição, caso seja necessário.

6.4.6   A retirada da máscara de proteção facial somente será permitida, de forma breve, nos momentos da identificação, para consumo e água ou alimentos, ou para realizar a substituição da máscara.

6.4.7   A recusa do candidato em obedecer às normas sanitárias dispostas neste edital acarretará a sua retirada do local de realização das provas e da entrevista bem como sua exclusão do processo seletivo.

6.4.8   A obrigatoriedade do uso de máscaras, distanciamento e higienização das mãos é aplicável aos acompanhantes de lactantes e a qualquer pessoa que for autorizada a acessar algum prédio de realização do certame.

6.4.9 Todos os candidatos deverão atender as recomendações que visam as melhores práticas de prevenção da COVID-19 disponíveis e descritas que serão atualizadas e divulgadas através de aviso nos sites da Fundação Carlos Chagas: www.concursosfcc.com.br e da Faculdade de Medicina de Jundiaí: http://www.fmj.br em todas as etapas do processo seletivo. A não observância dessas recomendações poderá resultar em desclassificação conforme item 4.16.3 desse Edital.

 

  1. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

7.1   A nota final dos candidatos habilitados (computadas as bonificações em cada fase do certame – conforme item 1.7) será composta pela soma da nota obtida na Prova Escrita Objetiva e a nota obtida na Entrevista e análise de Curriculum Vitae.

7.1.1   Na hipótese de igualdade de nota final, como critério para desempate, terá preferência o candidato que obtiver, nesta ordem:

  • 1º Maior nota na Prova Escrita Objetiva;
  • 2º Maior nota na Entrevista e análise de Curriculum Vitae;
  • 3º Maior idade, com privilégio para o mais velho.

7.2 Os candidatos habilitados para todos os Programas de Residência serão classificados por ordem decrescente da nota final.

 

  1. DOS RECURSOS

8.1   Serão admitidos recursos quanto:

  1. a) à publicação de Edital ou aviso pertinente ao processo seletivo;
  2. b) à aplicação da Prova Escrita Objetiva;
  3. c) às questões da Prova Escrita Objetiva e gabaritos preliminares;
  4. d) ao resultado final.

8.1.1   Os recursos deverão ser interpostos no prazo de 2 (dois) dias após a ocorrência do evento que lhes der causa, tendo como termo inicial o 1º dia subsequente à data do evento a ser recorrido.

8.2   Somente serão considerados os recursos interpostos no prazo estipulado para a fase a que se referem.

8.2.1   Não serão aceitos recursos interpostos em prazo destinado a evento diverso do questionado.

8.3   Os questionamentos referentes às alíneas do item 8.1 deste Capítulo deverão ser realizados, exclusivamente, por meio de interposição de recurso no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), de acordo com as instruções constantes na página do Processo Seletivo, no prazo estipulado no item 8.1.1.

8.3.1   Para interpor recurso, o candidato deverá necessariamente preencher o campo “Fundamentação”. A fundamentação constitui pressuposto para o conhecimento do recurso, devendo o candidato ser claro, consistente e objetivo no seu pleito.

8.3.2   Não serão reconhecidos os questionamentos efetuados por outro meio que não o estipulado no item anterior.

8.3.3   Somente serão apreciados os recursos interpostos e transmitidos conforme as instruções contidas neste Edital e no site da Fundação Carlos Chagas.

8.3.4   A Fundação Carlos Chagas e a Faculdade de Medicina de Jundiaí não se responsabilizam por recursos não recebidos por motivo de ordem técnica dos computadores, falha de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, falta de energia elétrica, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

8.4   Não serão aceitos recursos interpostos por fax, telegrama, e-mail ou outro meio que não seja o especificado neste Edital.

8.5   Será concedida vista da Folha de Respostas da Prova Escrita Objetiva a todos os candidatos que realizaram as provas, no período recursal referente à divulgação das questões das provas e gabaritos preliminares.

8.6   A vista da Folha de Respostas da Prova Escrita Objetiva será realizada no site da Fundação Carlos Chagas www.concursosfcc.com.br em data e horário a serem oportunamente divulgados. As instruções para a vista da folha de respostas estarão disponíveis no site da Fundação Carlos Chagas.

8.7   A Banca Examinadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.

8.8   O gabarito divulgado poderá ser alterado, em função dos recursos interpostos, e as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo.

8.9   Nas Provas Escritas Objetivas, o(s) ponto(s) relativo(s) à(s) questão(ões) eventualmente anulada(s) será(ão) atribuído(s) a todos os candidatos presentes à prova, independentemente de formulação de recurso.

8.10   Na ocorrência do disposto nos itens 8.8 e 8.9 e/ou em caso de provimento de recurso poderá ocorrer a classificação/desclassificação do candidato que obtiver, ou não, a nota mínima exigida para a prova.

8.11   Serão indeferidos os recursos:

a) cujo teor desrespeite a Banca Examinadora;

b) que estejam em desacordo com as especificações contidas neste Capítulo;

c) cuja fundamentação não corresponda à questão recorrida;

d) sem fundamentação e/ou com fundamentação inconsistente ou incoerente ou os intempestivos;

e) encaminhados por meio da imprensa e/ou de “redes sociais online”;

8.12   No espaço reservado às razões do recurso fica VEDADA QUALQUER IDENTIFICAÇÃO (nome do candidato ou qualquer outro meio que o identifique) sob pena de não conhecimento do recurso.

8.13   Admitir-se-á um único recurso por candidato para cada evento referido no item 8.1 deste Capítulo, devidamente fundamentado, sendo desconsiderado recurso de igual teor.

8.14   As respostas fundamentadas aos recursos dispostos nos item 8.1, quer procedentes ou improcedentes, serão levadas ao conhecimento de todos os candidatos inscritos no Processo Seletivo por meio do site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), são de caráter definitivo, e não têm qualquer caráter didático, e ficarão disponíveis pelo prazo de 7 (sete) dias, a contar da data de sua divulgação.

8.15   Por razões de ordem técnica, de segurança e de direitos autorais adquiridos, não serão fornecidos exemplares dos Cadernos de Questões, checklists ou filmagens, a candidatos ou a instituições de direito público ou privado, mesmo após o encerramento do Processo Seletivo.

 

  1. DA MATRÍCULA

9.1   PERÍODO: 10 de fevereiro de 2021, das 9h00 às 11h30 e das 14h00 às 16h30h – horário de Brasília.

9.2   LOCAL DE REALIZAÇÃO: COREME da Faculdade de Medicina de Jundiaí, à rua Francisco Telles, 250 – V. Arens – Jundiaí-SP.

9.3   DOCUMENTOS EXIGIDOS

  1. Seis fotos 3 x 4, recentes, com o fundo branco (visualizando os ombros).
  2. Duas cópias simples da cédula de identidade (com data de emissão inferior a 10 anos)
  3. Duas cópias simples do CPF.
  4. Duas cópias simples do Título de Eleitor.
  5. Duas cópias simples da Certidão de Quitação Eleitoral.
  6. Duas cópias simples da Carteira de Reservista.
  7. Duas cópias simples da Certidão de Nascimento ou Casamento.
  8. Duas cópias autenticadas do Diploma de Graduação em Medicina (frente e verso).
  9. Duas cópias autenticadas do Certificado de Conclusão de Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral ou de Programa de Pré-requisito em Área Cirúrgica Básica, reconhecidos pela CNRM ou declaração autenticada com data recente (a partir de agosto do ano anterior à matrícula), que concluiu ou está concluindo os programas de Residência Médica ou de Pré-requisito acima mencionados, expedidos pela instituição de origem, onde conste o credenciamento do programa pela CNRM.
  10. Duas cópias simples da carteira de registro definitivo do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) ou o protocolo de entrada junto ao Conselho.
  11. Uma cópia simples do pagamento da anuidade do Conselho Regional de Medicina do ano anterior à matrícula.
  12. Duas cópias simples do comprovante de residência (frente e verso – conta de consumo: água, luz, telefone, gás ou cópia do contrato de aluguel do imóvel) que conste o CEP.
  13. Duas cópias simples da carteira de vacinação.
  14. Comprovante de inscrição no Regime Geral da Previdência Social – INSS (NIT ou PIS/PASEP). Caso o candidato não esteja inscrito, deve cadastrar-se pelo telefone 135 ou pelo site do INSS: https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/inscricao-na-previdencia-social.
  15. Cartão Nacional de Saúde (CNS) ou comprovante com nome e número de inscrição que pode ser emitido no site https://meudigisus.saude.gov.br.
  16. Para estrangeiros que residem em território brasileiro: duas cópias simples da carteira do Registro Nacional de Estrangeiro (RNE).
  17. Para candidatos graduados no exterior: duas cópias autenticadas do diploma revalidado por universidade pública brasileira, na forma da lei e, se estrangeiro, também deverá apresentar visto permanente e Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras), em nível avançado, expedido pelo Ministério da Educação, e registro no CRM de acordo com a Resolução CFM nº 2216/2018.

9.4   Procuração com firma reconhecida acompanhada por cópia simples do RG e do CPF do procurador, no caso de impedimento do candidato comparecer à matrícula

9.5   O não comparecimento para matrícula no dia e hora estipulados no item 9.1 ou a ausência de quaisquer documentos estipulados no item 9.3 implicará a desistência tácita do candidato.

9.6   Até o início do Programa será afixado 1 (uma) foto 3×4 do candidato no Cartão de Autenticação e, na sequência, coletará a sua assinatura e a transcrição de frase, para posterior remessa à Fundação Carlos Chagas, que emitirá um laudo técnico informando se o candidato que efetuou a matrícula é a mesma pessoa que realizou as provas do Concurso

9.7   Mediante a desistência formal e por escrito do candidato, no ato do chamamento para matrícula, a Faculdade de Medicina de Jundiaí, no prazo de até 48 horas, chamará o próximo classificado da lista de aprovados para realização de matrícula ou manifestação formal de desistência e assim procederá de maneira sucessiva até o preenchimento das vagas. Em casos de possíveis desistências, o próximo classificado será convocado pontualmente, através de e-mail e contato telefônico.

9.8   Para candidatos já matriculados em outra instituição e que tenham sido aprovados no processo seletivo da Faculdade de Medicina de Jundiaí, somente poderão ingressar no programa para o qual tenha sido aprovado, o candidato que formalizar a desistência na outra instituição, atendendo o prazo de matrícula até o dia 15 de março de 2021.

9.9   O candidato matriculado poderá ser remanejado para um programa de outra instituição em que tenha sido aprovado em processo seletivo até́ o dia 15 de março de 2021.

9.10    Para efeitos de matrícula, poderá ser aceita declaração de conclusão, emitida pela instituição de origem, a ser comprovada até o dia 15 de março de 2021.

9.11    Ao médico matriculado que tenha sido incorporado em Organização Militar das Forças Armadas por alistamento obrigatório será assegurada vaga no período seguinte da Residência Médica (Resolução CNRM 01/2005). Para tanto, deverá no ato da matrícula entregar o requerimento de trancamento de matrícula por apenas um ano, juntamente com documento de designação das Forças Armadas.

9.12    O Programa de Residência Médica terá início no dia 01/03/2021.

9.13    O candidato efetivamente matriculado no programa de Residência Médica que não comparecer em até 24 horas a contar da data de início do programa, e que não apresente justificativa razoável por escrito de sua ausência, terá sua matrícula cancelada e será chamado o primeiro candidato aprovado que conste da lista de espera, e assim sucessivamente.

9.14    O candidato aprovado que vier a ser nomeado estará sujeito às regras estabelecidas pela Comissão Nacional de Residência Médica.

9.15    A bolsa de estudos a ser paga ao residente será no valor de R$ 3.330,43 e será subsidiada pelo Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas Estratégicas (Pró-Residência) do Ministério da Saúde e Ministério da Educação, conforme Portaria Conjunta nº 2, de 11 de maio de 2016. A bolsa está sujeita aos descontos e retenções tributárias e previdenciárias nos termos da lei.

9.16    As bolsas serão depositadas mensalmente em conta salário de titularidade do residente, a ser aberta em qualquer agência dos seguintes bancos: Banco do Brasil (preferencial do MS), Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú-Unibanco ou Santander.

9.17    Após o encerramento do período de matrícula, na hipótese do não preenchimento das vagas ofertadas aos classificados, a COREME poderá convocar os próximos classificados da lista da primeira fase, para, no prazo de dez dias, manifestado por escrito o interesse do candidato, realizar a segunda fase do processo, em data e hora agendadas pela COREME, garantidas as mesmas condições de aplicação e avaliação da prova.

9.18    Caso exista esta convocação para completar as vagas remanescentes, o processo seletivo deverá estar finalizado até o dia 15 de março de 2021, com a publicação da classificação final dos candidatos.

9.19    Os candidatos aprovados e matriculados no estarão sujeitos às normas da Comissão Nacional de Residência Médica e do Regulamento da COREME (Comissão de Residência Médica) da Faculdade de Medicina de Jundiaí, e terão assegurados os direitos previstos no Regulamento da COREME.

 

  1. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

10.1 Os candidatos brasileiros com curso no exterior deverão apresentar o diploma revalidado por Universidade Pública, na forma da lei e, se estrangeiro, também deverá apresentar visto permanente (exceto cidadão estrangeiro nascido em país-membro do MERCOSUL e/ou associado ao MERCOSUL que comprove que o país de origem aderiu ao Acordo de Livre Residência com o BRASIL) e proficiência da língua portuguesa comprovada por instituição oficial (CELPE-BRAS), registro no CRM de acordo com a Resolução CFM nº 1669 / 2003 e alterações posteriores.

10.2  A inscrição do candidato implicará o conhecimento das instruções presentes e a aceitação tácita das condições do Processo Seletivo, tais como se acham estabelecidas no Edital e nas normas legais pertinentes, bem como em eventuais aditamentos, comunicados e instruções específicas para a realização do Processo Seletivo, acerca das quais não poderá alegar desconhecimento.

10.3  A inexatidão das afirmativas e/ou irregularidades de documentos, mesmo que verificados posteriormente, acarretarão a nulidade da inscrição e desqualificação do candidato com todas as suas decorrências, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, civil e criminal.

10.4  Todos os cálculos de pontuação referentes ao Julgamento e à Classificação dos candidatos serão realizados com duas casas decimais, arredondando-se para cima sempre que a terceira casa decimal for maior ou igual a cinco.

10.5  Os itens do Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito, circunstância que será mencionada em Edital ou aviso a ser publicado.

10.6  Em caso de alteração/correção dos dados pessoais (nome, endereço, telefone para contato, sexo, data de nascimento, correio eletrônico, etc.) constantes no Formulário de Inscrição, o candidato deverá:

10.6.1  Efetuar a atualização dos dados pessoais até o terceiro dia útil após a aplicação das provas, conforme estabelecido no item 5.5 do Capítulo 5 deste Edital, por meio do site www.concursosfcc.com.br.

10.6.2  Após o prazo estabelecido no item 10.6.1 até a publicação do Resultado Final das Provas, o candidato deverá encaminhar a solicitação de atualização dos dados pessoais (endereço, telefone e e-mail), juntamente com a cópia do Documento de Identidade e o comprovante de endereço atualizado, se for o caso, para o Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC da Fundação Carlos Chagas por meio do e-mail: sac@fcc.org.br

10.7  As alterações nos dados pessoais quanto ao critério de desempate estabelecido no Capítulo 7 deste Edital, somente serão consideradas quando solicitadas no prazo estabelecido no item 10.6.1 deste Capítulo, por fazer parte do critério de desempate dos candidatos.

10.8  É responsabilidade do candidato manter seu endereço (inclusive eletrônico) e telefone atualizados, até que se expire o prazo de validade do Concurso, para viabilizar os contatos necessário.

10.9  A Faculdade de Medicina de Jundiaí e a Fundação Carlos Chagas não se responsabilizam por eventuais prejuízos ao candidato decorrentes de:

a) endereço eletrônico errado ou não atualizado;

b) endereço residencial errado ou não atualizado;

c) endereço de difícil acesso;

d) correspondência devolvida pela ECT por razões diversas, decorrentes de informação errônea de endereço por parte do candidato;

e) correspondência recebida por terceiros.

10.10 A qualquer tempo poder-se-á anular a inscrição, prova e/ou tornar sem efeito a matrícula do candidato, em todos os atos relacionados ao Processo Seletivo, quando constatada a omissão, declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com a finalidade de prejudicar direito ou criar obrigação.

10.10.1 Comprovada a inexatidão ou irregularidades descritas no item 10.10 deste Capítulo, o candidato estará sujeito a responder por falsidade ideológica de acordo com o artigo 299 do Código Penal.

10.11  As ocorrências não previstas neste Edital serão resolvidas a critério exclusivo e irrecorrível da Faculdade de Medicina de Jundiaí, observando o disposto na Resolução CNRM 02/2015.

10.12  Os casos omissos serão resolvidos pela Faculdade de Medicina de Jundiaí e pela Fundação Carlos Chagas, no que a cada um couber.

 

Diretoria da Faculdade de Medicina de Jundiaí, aos nove dias do mês de novembro de dois mil e vinte (09/11/2020).-

 

Prof. Dr. Evaldo Marchi

Diretor

 

EDITAL FMJ- 032/2020, de 09/11/2020

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA DE UROLOGIA

PROCESSO SELETIVO 2021

 

ANEXO  1

 

CRONOGRAMA DAS PROVAS E PUBLICAÇÕES 

ITEM ATIVIDADE DATAS PREVISTAS
1 Período de inscrições (exclusivamente via Internet). 24/11/2020 a 09/12/2020
2 Último dia para pagamento do valor da inscrição. 09/12/2020
3 Publicação do Edital de Convocação para realização da Prova Escrita Objetiva. 17/12/2020
4 Aplicação da Prova Escrita Objetiva 04/01/2021
5 Divulgação do Gabarito, das Questões da Prova Escrita Objetiva e das Folhas de Respostas no site da Fundação Carlos Chagas, a partir das 17h. 05/01/2021
6 Prazo para interposição de recursos quanto à aplicação das provas, divulgação do gabarito, questões das provas e vista da folha de respostas. 06/01/2021 a 07/01/2021
7 Publicação do Edital de Resultado da Prova Escrita Objetiva 22/01/2021
8 Entrevistas e Análise de Curriculum Vitae 28/01/2021
9 Publicação do Edital de Resultado após Provas Objetivas, Entrevista e Análise de Curriculum Vitae. 02/02/2021
10 Prazo para interposição de recursos quanto ao resultado das Entrevistas e Análise de Curriculum Vitae. 03/02/2021
11 Publicação do Resultado Final e do Agendamento das Matrículas 07/02/2021
12 Matrículas 10/02/2021

Cronograma sujeito à alterações.