HOME


EDITAL DE CONCURSO - R-3 CIRURGIA GERAL - ABERTURA DE INSCRIÇÕES
 

EDITAL FMJ- 011/2017, de 10/2/2017

CONCURSO PARA R-3 DE CIRURGIA GERAL – 2017

 

O Prof. Dr. EDMIR AMÉRICO LOURENÇO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, autarquia municipal de Jundiaí, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais,

 

Considerando solicitação da Disciplina de CIRURGIA GERAL e do Departamento de Cirurgia e da COREME (Comissão de Residência Médica), ad referendum do CTA (Conselho Técnico Administrativo),

 

TORNA PÚBLICA a abertura do concurso para o preenchimento de 2 (duas) vagas para o terceiro ano (R-3) do Programa atual de Residência Médica em CIRURGIA GERAL da Faculdade de Medicina de Jundiaí.

 

1.  VAGAS OFERECIDAS

1.1. Serão oferecidas as vagas discriminadas conforme abaixo:

Código

Especialidade

Vagas Credenciadas

Vagas Oferecidas

Duração do PRM

Situação na CNRM

A01

Cirurgia Geral

02 (duas)

02 (duas)

01 ano

Recredenciado pelo Parecer 255/06, de 22/11/2006

 

2.    INSCRIÇÕES

As inscrições serão efetuadas no período de 13 a 20 de fevereiro de 2017, podendo ser efetivadas conforme segue:

2.1.   Local: Secretaria da COREME da Faculdade de Medicina de Jundiaí, à rua Francisco Telles, 250 - V. Arens – Jundiaí-SP, das 9:00h às 11:30h e das 14:00h às 16:30h. Informações: (11) 3395-2120 ou e-mail: coreme@fmj.br.

2.2.   Para inscrever-se, o candidato deverá preencher os seguintes requisitos:

2.2.1.   estar habilitado para o exercício profissional da Medicina;

2.2.2.   deverá comprovar dois anos de Residência Médica na área de Cirurgia Geral em instituição reconhecida pela Comissão Nacional de Residência Médica;

2.2.3.   deverá o candidato ou seu procurador, apresentar no ato da inscrição:

·         cópia do RG, CPF, CRM, Certificado de Dispensa Militar (quando do sexo masculino);

·         cópia do documento comprobatório de conclusão de dois anos de Residência Médica em Cirurgia Geral;

·         curriculum vitae;

·         na inscrição por procuração, deverão ser apresentados os documentos de mandato, documento de identidade do procurador e os documentos listados acima.

2.3.   médicos brasileiros que concluíram a graduação em Medicina no exterior deverão apresentar diploma de graduação revalidado por Universidade Pública, na forma da lei, e médicos estrangeiros que concluíram a graduação em Medicina no Brasil ou no exterior deverão apresentar diploma de graduação revalidado por Universidade Pública, na forma da lei, visto permanente no Brasil e certificado de proficiência da língua portuguesa, de acordo com a Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 1.832, de 11/1/2008.

2.4.   recolher taxa de inscrição no valor de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais) na Tesouraria da FMJ.

2.5.   não serão recebidas inscrições por via postal ou por internet.

 

3.    DO CONCURSO

O concurso será feito em uma única fase, de acordo com as normas específicas aprovadas pela COREME (Comissão de Residência Médica), da FMJ, respeitando as normas estabelecidas pela Comissão Nacional de Residência Médica.

3.1.   A PROVA ESPECÍFICA versará sobre questões básicas da Cirurgia Geral como metabologia, infecção, nutrição, pré, per e pós-operatório, questões de técnica cirúrgica como as operações fundamentais (diérese, hemostasia e síntese), atendimento pré-hospitalar e hospitalar do politraumatizado, bases gerais do tratamento dos ferimentos das partes moles, atendimento inicial às queimaduras, cirurgia de urgência, cirurgia das hérnias da parede abdominal, cirurgia do aparelho digestivo e fundamentos das especialidades, vascular, cabeça e pescoço, tórax, urologia e cirurgia pediátrica. PESO 9,0 (nove).

3.1.1.   Esta prova será realizada no dia 22/2/2017 (quarta-feira), às 17:00 horas, no prédio sede da FMJ, à rua Francisco Telles nº 250 – Vila Arens – Jundiaí – SP, e terá a duração de 1 (uma) hora.

3.1.2.   Somente será admitido à sala de prova o candidato que estiver munido de documento que bem o identifique como Cédula Oficial de Identidade ou Carteira do CRM ou Passaporte ou Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº 9.503/97) ou Certificado de Reservista.

3.1.3.   Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada, sejam quais forem os motivos alegados.

3.1.4.    Será excluído da seleção o candidato que:

·         apresentar-se após o horário estabelecido, no local de realização da prova;

·         não comparecer a prova seja qual for o motivo alegado;

·         não apresentar, no dia da prova, documento que bem o identifique;

·         se for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de livros, notas ou impressos não permitidos;

·         estiver fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação;

·         lançar mão de meios ilícitos para a execução da prova;

·         perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos.

3.2.   A ENTREVISTA deverá avaliar o conhecimento e sua aplicação, a reflexão sobre os procedimentos mais comuns da especialidade e sobretudo o interesse na participação de sistema de ensino docente assistencial. PESO 0,5 (meio).

3.3.   O CURRICULUM será avaliado pelo desempenho na Residência de Cirurgia Geral, trabalhos publicados, trabalhos apresentados, frequência a cursos e participação em congressos. PESO 0,5 (meio).

3.4.   A Entrevista e a Análise de Curriculum serão realizadas no dia 22/2/2017 (quarta-feira), às 18:00 horas, logo após o encerramento da Prova Escrita, no prédio sede da FMJ, à rua Francisco Telles nº 250 – Vila Arens – Jundiaí – SP.

3.5.   Serão aprovados os candidatos que obtiverem pontuação acima de 5,0 (cinco) e selecionados os 2 primeiros colocados, ficando os demais na lista de espera, sendo convocados para matrícula caso ocorram desistências.

 

4.    JULGAMENTO DAS PROVAS E CLASSIFICAÇÃO

4.1.   A Prova Escrita será avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos. Esta prova terá peso 9 (nove).

4.2.   A Análise de Curriculum e Entrevista serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos. Esta fase terá peso 1 (um).

4.3.   A nota final será determinada pela média ponderada da nota obtida na prova escrita (peso nove) e análise de currículo e entrevista (peso um).

4.4.   Se houver empate entre os candidatos, expresso pela média ponderada entre as provas do concurso, os critérios de desempate obedecerão a seguinte ordem:

1.    Maior nota na Prova Escrita.

2.    Maior idade.

4.5.   Os resultados finais estarão afixados em 24/2/2017 na Faculdade de Medicina de Jundiaí, à rua Francisco Telles, nº 250, V. Arens – Jundiaí – SP, e através do site: www.fmj.br/residencia.

 

5.    MATRÍCULAS

5.1.   Os candidatos classificados, conforme o limite de vagas, deverão efetivar sua matrícula no dia 01 de março de 2017, às 13:00h, na sede da FMJ, à Rua Francisco Telles, 250 – V. Arens – Jundiaí – SP. O não comparecimento neste prazo implicará na desclassificação do candidato. Para matrícula os candidatos deverão apresentar duas cópias autenticadas dos seguintes documentos:

  Certificado de conclusão do curso médico ou;

   Diploma de conclusão do curso médico, frente e verso;

  Certificado de conclusão de Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral reconhecido pela CNRM ou;

  Declaração de conclusão de Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral reconhecido pela CNRM;

  Título de Eleitor;

  Cadastro de Pessoas Físicas – CPF, próprio;

  Cédula de Identidade (RG);

  Documento Militar: Certificado de dispensa de incorporação ou de reservista para os candidatos do sexo masculino;

  Certidão de Nascimento ou Casamento;

  Registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) do Estado de São Paulo-SP;

  Duas fotos 3x4 recentes;

  Os médicos brasileiros formados no exterior deverão apresentar comprovante de inscrição no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo-SP e diploma de graduação revalidado por Universidade Pública brasileira, na forma da lei (Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 1.832, de 11/1/2008);

  Os médicos estrangeiros que concluíram o curso de graduação em Medicina em faculdades brasileiras deverão apresentar comprovante de inscrição no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo-SP, diploma de graduação, visto permanente no Brasil e certificado de proficiência da língua portuguesa, concedido por instituição oficial (Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 1.832, de 11/1/2008);

  Os médicos estrangeiros que concluíram o curso de graduação em Medicina no exterior deverão apresentar comprovante de inscrição no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo-SP, diploma de graduação revalidado por Universidade Pública, na forma da lei, visto permanente no Brasil, e certificado de proficiência da língua portuguesa conferido por instituição oficial (Resolução do Conselho Federal de Medicina nº 1.832, de 11/1/2008).

5.2.   Os residentes matriculados iniciarão seus programas no dia 01/3/2017 (quarta-feira), logo após a matrícula, e terão direito a Bolsa de Residência Médica no valor estabelecido na Legislação Vigente. As bolsas serão pagas pelo Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, de Jundiaí, no qual o programa de Residência Médica em Cirurgia Geral é realizado, havendo Acordo de Cooperação firmado entre as Instituições para essa finalidade.

5.3.   Se persistirem vagas serão convocados os candidatos na ordem rigorosa de classificação, com novos prazos para matrícula, sendo considerado desistente o candidato que não comparecer no prazo estabelecido.

 

6.    DOS RECURSOS

6.1.   Em conformidade à Resolução CNRM n° 12/2004, será admitido recurso quanto:

6.1.1.   à publicação de Edital ou aviso pertinentes ao processo seletivo;

6.1.2.   à divulgação dos resultados finais.

6.2.   O prazo para interposição de recurso será de 2 (dois) dias úteis após a concretização do evento que lhes disser respeito, tendo como termo inicial o 1° dia útil subsequente à data do evento a ser recorrido.

6.3.   Os recursos deverão ser impetrados exclusivamente na Faculdade de Medicina de Jundiaí, setor de protocolo, através de formulário específico.

6.4.   Será admitido apenas um recurso por candidato, para cada evento referido no item 6.1 deste Edital, devidamente fundamentado, sendo desconsiderado recurso de igual teor.

 

7.    DISPOSIÇÕES FINAIS

7.1.   A inscrição importará no conhecimento das presentes instruções e na aceitação tácita das condições da seleção, tais como se acham estabelecidas no Edital e nas normas legais pertinentes.

7.2.   A inexatidão das afirmativas e/ou irregularidades de documentos, mesmo que verificados posteriormente, acarretarão a nulidade da inscrição e desqualificação do candidato, com todas as suas decorrências, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, civil e criminal.

7.3.   Os candidatos aprovados e matriculados nos Programas de Residência Médica estarão sujeitos às normas da Comissão Nacional de Residência Médica, ao Regulamento da COREME (Comissão de Residência Médica) da Faculdade de Medicina de Jundiaí, bem como receberão bolsa de estudos, cujo valor será aquele definido pela legislação em vigor. As bolsas serão pagas pelo Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, de Jundiaí, com o qual a Faculdade mantém Acordo de Cooperação.

7.4.   Todos os cálculos de pontuação referentes ao Julgamento e Classificação dos candidatos serão realizados com duas casas decimais, arredondando-se para cima sempre que a terceira casa decimal for igual ou maior que cinco.

 

Diretoria da Faculdade de Medicina de Jundiaí, aos dez dias do mês de fevereiro de dois mil e dezessete (10/2/2017).-

 

 

Prof. Dr. Edmir Américo Lourenço

Diretor

 
 
Copyright © 2017 - Faculdade de Medicina de Jundiaí - Todos os Direitos Reservados